Conheça o Farol Covid: ferramenta oferece ao gestor público visão integrada e customizada para gestão da crise do coronavírus nos municípios

Muito se fala sobre o avanço do coronavírus no Brasil e o aumento exponencial no número de casos em todo o país. Mas ainda há pouca discussão sobre a diversidade de realidades dos municípios brasileiros e os momentos diferentes que cada cidade vivencia em relação à curva de contágio da doença. 

Enquanto muitos locais já convivem com um número alto de casos diagnosticados, outros municípios ainda não registram internações ou óbitos por Covid-19. Tampouco o “pico” do número de casos e óbitos será atingido ao mesmo tempo em todo o território. Ainda que haja medidas indicadas para todas as situações, como protocolos de higienização e a adoção de um espaço de segurança entre as pessoas em espaços compartilhados, em um país de dimensões continentais como o Brasil, a resposta à pandemia do coronavírus precisa considerar a capacidade hospitalar de cada região e o momento onde cada um se encontra na evolução da doença. 

Para apoiar prefeituras e secretarias na fundamentação das medidas de resposta à Covid-19, a plataforma CoronaCidades acaba de lançar o Farol Covid, uma nova ferramenta que oferece informações qualificadas e customizadas sobre o avanço e efeitos da resposta ao coronavírus nos municípios brasileiros. 

Criada por cientistas de dados, especialistas em gestão pública e pesquisadores de saúde, a ferramenta consolida e cruza informações de diferentes bancos de dados para mostrar ao gestor público onde o seu município está na curva de contágio e alertar sobre o risco de colapso em seu sistema de saúde. A ferramenta já está no ar. O acesso é aberto a qualquer interessado e totalmente gratuito. 

Alerta atualizado sobre risco de colapso no sistema de saúde

A partir do cruzamento de indicadores como ritmo de contágio; taxa de subnotificação; a capacidade hospitalar de cada cidade, o sistema de níveis de risco do Farol Covid aponta qual o risco de colapso – baixo, médio ou alto – do sistema de saúde que atende aquele município.

As informações são atualizadas diariamente e possibilitam ao usuário acompanhar a evolução do cenário. Ao dispor desse quadro dinâmico, o gestor consegue avaliar os impactos de suas políticas de resposta ao coronavírus, bem como, ganha mais embasamento para calibrar suas decisões e comunicar a população sobre medidas de restrição ou reabertura de forma mais fundamentada e eficiente. 

“Algumas políticas de redução de infecção, como o uso obrigatório de máscaras em espaços públicos e comuns, devem ser tomadas independente do nível de risco. Mas outras decisões podem ser customizadas de acordo com a realidade daquele município. Se o nível de risco está baixo, o gestor pode começar a reavaliar algumas medidas de restrição, por exemplo – mas se há uma tendência de crescimento do ritmo de contágio, o indicado é pensar como reduzi-lo”, explica Ana Paula Pellegrino, pesquisadora na Universidade de Georgetown e uma das técnicas responsáveis pela ferramenta. 

Sobre a pandemia nos municípios: projeções e perspectivas de contágio > 

Simule o efeito de medidas de contenção e planeje a reabertura em segurança

O FarolCovid direciona o gestor para outras ferramentas capazes de apoiá-lo na definição de políticas públicas de resposta ao coronavírus. O SimulaCovid é um simulador que informa em quantos dias a demanda por leitos e ventiladores por parte de pessoas com Covid-19 atingirá a capacidade instalada, levando em conta o ritmo de contágio da cidade. O gestor poderá estimar o que ocorre caso esse ritmo venha a dobrar ou diminuir pela metade. Outras ferramentas para orientar tomada de decisão com segurança em resposta à Covid-19 estão em desenvolvimento e estarão disponíveis em breve na mesma plataforma.

O Farol Covid oferece um quadro dinâmico do momento do município e acompanha prefeitos e secretários municipais na gestão da crise causada pelo coronavírus, podendo ser revisitado sempre que o gestor quiser avaliar os resultados de suas medidas e planejar novas políticas.

Acesse a ferramenta clicando aqui!


Conheça também o
Guia sobre como fazer melhor uso de testes para Covid-19 nos municípios. 

Esse conteúdo foi útil pra você?

Você trabalha no setor público?