Prefeituras recebem treinamento sobre testes para Covid-19

Faltam testes para coronavírus no Brasil, mas mesmo os que existem nem sempre são utilizados da melhor maneira. Muitas prefeituras recebem ou adquirem os testes para Covid-19 e ainda não têm uma estratégia definida para aplicá-los, impactando na oportunidade de aproveitar melhor essa ferramenta importante na resposta ao coronavírus. 

Entre outras coisas, um plano de testagem pode ajudar o município a descobrir quais regiões foram mais afetadas pela Covid-19, definir onde é necessário manter medidas de distanciamento social e onde é prioritário reforçar o monitoramento de casos. 

Para auxiliar prefeituras na construção de um plano de testes para Covid-19, a equipe da CoronaCidades promoveu, entre o fim de maio e início de junho, um treinamento de testagem, totalmente gratuito, para representantes de 15 municípios de médio porte, com população entre 50 mil e 300 mil habitantes, dos estados de São Paulo, Pernambuco, Maranhão e Ceará. 

Nos três encontros online, conduzidos pelo epidemiologista Guilherme Werneck, professor do Departamento de Epidemiologia na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), os participantes tiveram a oportunidade de pensar a testagem não só como um instrumento de manejo de pacientes em postos de saúde e hospitais, mas principalmente como uma ferramenta que auxilia a vigilância epidemiológica na definição de medidas que contribuam para o controle e prevenção da doença. 

< Acesse o Guia sobre como fazer o melhor uso de testes para coronavírus: sugestões para os municípios >

Estratégias de testagem para cada perfil de município

Durante o treinamento promovido pela CoronaCidades, os representantes dos municípios foram apresentados a diferentes estratégias para aplicação de testes para coronavírus em suas cidades. 

Foram abordadas estratégias que visam a Avaliação da Imunidade de Grupo; o Monitoramento sentinela da circulação da infecção; e o Monitoramento de contato de casos confirmados. Cada estratégia tem um objetivo específico e deve ser adotada dependendo do perfil do município: qual momento está na curva de contágio, quantidade de testes para Covid-19 disponíveis, tamanho populacional, equipe de saúde, entre outros. 

Após dois encontros teóricos, em que os modelos de testagem para Covid-19 foram explicados, os representantes dos municípios foram convidados a traçar um plano de testagem para o município. Eles puderam apresentá-lo para análise do epidemiologista Guilherme Werneck, que apontou possibilidades de melhorias. A equipe da CoronaCidades seguirá apoiando a implementação dos planos de testes para Covid-19 nos municípios participantes do treinamento. 

Se você é gestor de algum município e necessita de apoio na formulação de políticas de resposta ao coronavírus, entre em contato conosco pelo formulário. Você também encontra orientações sobre testes para coronavírus no nosso Guia sobre o assunto. Acesse já! 

Esse conteúdo foi útil pra você?

Você trabalha no setor público?