Conheça o novo guia Níveis de Alerta

Uma análise de indicadores da Covid-19 para apoiar na definição de medidas de resposta ao coronavírus

Diante da crise da Covid-19, uma análise inteligente de indicadores é capaz de revelar a gestoras e gestores públicos se o caminho adotado na resposta ao coronavírus está dando resultados ou se é necessário corrigir rumos. É desse ponto de partida que a plataforma CoronaCidades oferece um novo guia, chamado Níveis de Alerta.

A ideia é que, a partir da análise de uma lista com os principais indicadores da Covid-19, a gestão pública possa compreender de forma mais assertiva qual o cenário da pandemia no estado ou município e desenhe respostas adequadas para controlar a disseminação da doença no seu território. 

Como está a situação da doença no território? 
Qual é a capacidade do sistema hospitalar? 
Como o sistema está testando e adotando políticas de controle à doença?

Munidos da resposta para essas e outras perguntas, gestoras e gestores públicos podem definir seu Nível de Alerta em diferentes dimensões, tanto no âmbito municipal quanto estadual, e construir políticas de resposta à Covid-19 mais adequadas para sua situação. 

Indicadores sobre a Covid-19 estão divididos em três dimensões

A metodologia Níveis de Alerta oferece uma lista de indicadores-chaves e estratégicos para auxiliar o gestor na tomada de decisão. Cada indicador foi construído individualmente visando responder a uma pergunta sobre como está a situação local. 

As perguntas entregam ao gestor um ponto de partida para planejar e executar ações, passo fundamental na resposta à Covid-19.  Os indicadores que compõem a lista estão divididos em três dimensões:

  • Situação da doença, que busca medir como a doença está se espalhando no território e se existe risco de ressurgência. Os casos, as hospitalizações e as mortes contam a história de como a doença evolui no território.
  • Controle da doença, que retratam a capacidade do poder público de detectar os casos por meio de testagem e de quebrar cadeias de transmissão por meio do rastreamento de contatos , prevenindo novos surtos da doença.
  • Capacidade de resposta do sistema de saúde, que refletem a situação do sistema de saúde como um todo, englobando a estrutura hospitalar, os trabalhadores da saúde e o atendimento dos demais serviços à população.

A proposta é que os indicadores sejam interpretados de maneira conjunta. Ou seja, um indicador sozinho não basta, é preciso relacioná-los.

Para chegar à lista de indicadores, a plataforma CoronaCidades utilizou como base um levantamento de melhores práticas da Vital Strategies, organização global líder em saúde pública, com atuação em mais de 70 países. Os indicadores foram adaptados para a realidade brasileira por uma equipe multidisciplinar, formada por epidemiologistas, especialistas em saúde pública, gestores públicos de saúde e analistas de dados.

Atua na gestão pública? Acesse o guia e utilize indicadores no seu processo de tomada de decisão para a resposta ao coronavíru

Esse conteúdo foi útil pra você?

Você trabalha no setor público?