Checklist mostra situação de pequenos municípios na resposta ao coronavírus

Os pequenos municípios brasileiros, com até 100 mil habitantes, estão com dificuldades para reorganizar o atendimento em saúde, diante da nova demanda gerada pelo coronavírus. Outro desafio está na implementação de ferramentas de telessaúde, como a telemedicina. 

Essas conclusões são resultado de análise das respostas reunidas no Checklist de preparação para a Covid-19, ferramenta disponibilizada pela plataforma CoronaCidades poucas semanas após a confirmação do primeiro caso de contaminação por coronavírus no Brasil. 

O blog Saúde em Público, hospedado na Folha de São Paulo, publicou recentemente uma análise da situação dos pequenos municípios a partir dos dados acumulados pelo Checklist até o fim do mês de maio. 

Mais de 350 municípios já preencheram o Checklist 

Desde que foi lançado, em março de 2020, o Checklist de preparação para a Covid-19 em municípios já recebeu respostas de representantes de mais de 350 cidades de todas as regiões do país. 

A ferramenta, disponibilizada gratuitamente dentro da plataforma CoronaCidades, organiza, em tópicos simples, as ações que devem estar no radar dos gestores públicos que estão atuando na resposta à pandemia. 

Ao acessar o formulário online, o usuário é convidado a informar o nível de preparo de seu município para responder à pandemia em quatro esferas: Governança da crise; Comunicação e Distanciamento; Vigilância e Assistência. 

Primeira análise apontou desafio com pré-natal e vacinação

No fim de abril, representantes de pouco mais de 100 municípios, de 14 estados do Brasil,  já haviam respondido ao Checklist de preparo para a Covid-19. 

Naquele momento, chamou a atenção a dificuldade dos gestores públicos em estruturar a assistência em saúde (problema que permanece na análise mais recente dos dados) e, também, de manter serviços de pré-natal e a oferta de vacinas para diversas doenças. 

Os esforços para implementar a telemedicina também já existiam. Nesse primeiro levantamento, 19,8% afirmaram que sua gestão de saúde ainda não estava apta a operar de forma imediata ferramentas de telerregulação e telemedicina. 

Dificuldades com telemedicina e organização da atenção básica persistem

A análise mais recente de dados do Checklist de preparo para a Covid-19, publicada no blog Saúde em Público, considerou as respostas de 311 municípios. 

90% dos respondentes têm uma população de até 100 mil habitantes e a maioria está localizada na região nordeste. Os dados mostraram que a dificuldade em implementar a telemedicina, que poderia auxiliar no monitoramento da população diante da crise do coronavírus, ainda persiste para muitos municípios.

19,61% dos respondentes assinalaram que a gestão de saúde da cidade ainda não estava apta a solicitar e operar ferramentas de telerregulação e telemedicina; 41,16% estavam com o processo em andamento, e apenas 39,23% já estavam operando com essas ferramentas.

A análise das respostas acumuladas no Checklist da plataforma CoronaCidades  também mostra que o acompanhamento de crianças e adolescentes têm sido prejudicado durante a pandemia, com a redução de horas ou suspensão de serviços de suporte à população mais vulnerável. 

Você pode conferir a íntegra da análise no blog Saúde em Público.  O Checklist também segue disponível gratuitamente para acesso de todos os interessados aqui. 

Quer saber como estão os números do coronavírus no seu estado e município? Acesse o Farol Covid. 

Esse conteúdo foi útil pra você?

Você trabalha no setor público?